Meus contatos até então eram armazenados no iPhone e sincronizados para o Microsoft Outlook 2010 via iTunes.

Este processo sempre foi tranquilo e nunca tive problemas com sincronismo. O pecado deste processo é que eu só conseguia usufruir dos meus contatos no iPhone ou no Outlook. Como eu estou tentando não mais me amarrar a um sistema operacional (pra falar a verdade até mesmo a um computador), esta centralização me trazia uma série de problemas.

Como alternativa ao meu problema, eu resolvi enviar todos os meus contatos para o Google Address. Desta forma eu poderia fazer o iPhone acessar estes dados através da minha conta do Gmail e teria meus contatos em qualquer computador através da minha conta do Google. E foi o que eu fiz!

Eu segui o protocolo abaixo:

  • Sincronizei o Outlook e o iPhone via iTunes (como de costume) para ter certeza que todos  os meus dados estavam emparelhados.
  • Apaguei todos os meus contatos do Gmail. Eu só tinha lixo lá e não queria contaminar meus contatos com aquelas informações sem importância.
  • Mudei o iTunes para sincronizar o iPhone com o Google Address e iniciei ou processo de sincronismo. Neste momento o iTunes jogou para a nuvem todos os meus contatos do iPhone.
  • Removi do iPhone todos os contatos nativos e configurei os contatos via Gmail.
  • Prontinho… meus contatos estavam lá como deveriam!

Etiquetas personalizadas dos fones:

Um grande problema que eu enfrentei (e imagino que continuarei enfrentando) é que as etiquetas dos fones dos contatos nativos do iPhone permitiam uma flexibilidade maior do que quando interligados ao Google Address.

Por exemplo, antes eu podia ter etiquetas personalizadas por operadora. Agora o iPhone não permite criar estas etiquetas personalizadas. E se eu criá-las via Gmail, o fone não é transmitido para o iPhone.

As etiquetas também possuem uso limitado. Por exemplo, eu não posso ter dois telefones com a etiqueta “celular”, pois somente um irá ser transmitido para o iPhone.

Segue abaixo as etiquetas válidas e a quantidade de ocorrência máxima de cada um por contato:

(02) Comercial / Work
(02) Residencial / Home
(01) Celular / Mobile
(01) Fax Comercial / Work Fax
(01) Fax Residencial / Home Fax
(01) Pager / Pager

Qualquer etiqueta usada no Gmail diferente das acima ou que excedam o número de ocorrências acima fará com que o iPhone não receba o telefone em questão.

O motivo desta limitação é que o Google utiliza o protocolo Exchange ActiveSync da Microsoft para realizar o sincronismo e este, infelizmente, não prevê a personalização de tags (ao menos até o momento).

A minha regra de ouro será tomar cuidado ao cadastrar um novo fone para que eu só utilize as etiquetas acima.

Fotos dos contatos:

Um outro ponto negativo é a gestão das fotos dos contatos no Google Address. Quando use utilizava os contatos nativos do iPhone (sincronizados com o Outlook), eu podia colocar fotos grandes. Quando eu recebia uma ligação do contato em questão, tal foto aparecia por completo no ecrã do iPhone e com uma resolução muito boa.

Agora com o Google Address as fotos armazenadas são muito pequenas e quando são enviadas para o iPhone elas ficam horrorosas. Creio que terei que conviver com este problema até que o Google resolva melhorar a API deles.

Enfim, espero que eu não encontre mais surpresas com meus contatos.